Pular para o conteúdo

Agenda227

Agenda227
Eleições 2022

Agenda227

Agenda227
Eleições 2022

Observatório do Terceiro Setor: Agenda 227 alerta sobre necessidade de candidatos priorizarem as crianças

4 outubro 2022  |  Escrito por Comunicação Agenda227  |            

“Um país que cuida das crianças e adolescentes é um país melhor para todas e todos nós.”

Imagem: foto de Carlos Magno no Unsplash

Em reportagem de Ana Clara Godoi, publicada no *Observatório do Terceiro Setor (29/09), Miriam Pragita, diretora executiva da ANDI Comunicação e Direitos, e José Luiz Edygio Setúbal, presidente da Fundação José Luiz Edygio Setúbal (FJLES), destacaram a importância e a necessidade de a próxima administração federal priorizar a pauta das múltiplas infâncias e adolescências na condução e elaboração de políticas públicas que garantam o direito à absoluta prioridade. As duas organizações são do Grupo de Coordenação e Articulação do movimento e fazem parte das mais de 350 signatárias da Agenda 227.

A publicação traz um breve apanhado da atual situação de vulnerabilidade social e econômica de crianças e adolescentes brasileiros. Como demonstra um estudo realizado pelo Ipec para o UNICEF, dois milhões de adolescentes, de 11 a 19 anos, deixaram de frequentar a escola no Brasil.

Diante do contexto de vulnerabilidades, a reportagem destaca o trabalho da Agenda 227 na elaboração do Plano País para a Infância e a Adolescência. O documento contém 137 propostas de políticas públicas formuladas para a garantia dos direitos da população de 0 a 18 anos. O Plano País foi apresentando a todas as candidaturas à Presidência da República.

“Ter candidatos comprometidos com a causa da infância e adolescência é pensar no futuro do país, sobretudo nas áreas estruturantes como saúde, educação e assistência social” – José Luiz Edygio Setúbal.

“Costumamos dizer: um país que cuida das crianças e adolescentes é um país melhor para todas e todos nós. Pretendemos colaborar na transição de governo, mas ainda não há uma definição sobre isso. O foco até agora foi incidir no debate eleitoral e apresentar esse conjunto de propostas concretas e possíveis para o Brasil” – Miriam Pragita.

 

Acesse a íntegra da publicação no site do Observatório do Terceiro Setor.

 

 

 

* O Observatório do Terceiro Setor é uma agência brasileira de conteúdo multimídia com foco nas temáticas sociais e nos direitos humanos, no que o mundo precisa com urgência. Reúne plataformas de TV, de rádio e digitais para divulgar as boas práticas das organizações da sociedade civil.

 

Descrição da imagem:

Banner retangular, com foto de uma criança.

Ao centro da imagem está uma menina, sorrindo, com um pedaço de algodão doce na boca. Ela está com o cabelo preso, a cabeça ligeiramente inclinada para trás, olhando para frente. Usa camiseta azul.

No plano de fundo da imagem, parede com tijolos aparentes, sem reboco.

mais notícias

COP 27: “Criança e Clima por um Futuro no Presente”

Carta assinada por dezenas de organizações é entregue a representantes da equipe de transição do presidente eleito.

Leia mais

Por que e qual Educação Integral agora?

Artigo aborda retomada da agenda da educação integral e destaca propostas da Agenda 227 para o setor.

Leia mais